Foto: Reprodução

Atualizada às 10h30

As equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar prenderam dois suspeitos de integrar uma facção criminosa, em uma residência no bairro Parque Alvorada, zona Norte de Teresina. Com a dupla, também foram apreendidas duas armas, sendo uma submetralhadora, munições e colete balístico . A ação se decorreu durante a operação Captura Integrada, deflagrada na manhã de hoje (23) em toda a capital, que resultou na prisão de pelo menos 35 suspeitos de roubo e tráfico de drogas. 

Segundo informações do delegado Matheus Zanatta, gerente de Polícia Especializada, a polícia foi cumprir um mandado de busca e apreensão no local quando realizou o flagrante. Um dos suspeitos ainda tentou fugir, mas foi capturado. 

Além das armas, também foi apreendido um drone, aproximadamente R$ 10 mil reais e um celular roubado 

“Nós fomos cumprir mandado de busca e apreensão na residência desses dois indivíduos investigados, no Parque Alvorada, no momento do cumprimento um deles se evadiu do local, mas conseguimos capturar. São indivíduos já conhecidos da polícia, já temos provas contundentes que eles entregam a organização criminosa PCC e foram presos com material de alto poder de fogo, uma submetralhadora, uma grande quantidade em dinheiro, munições, celular roubado e até colete balístico”, explica o delegado. 

Matheus Zanatta acrescentou ainda que há indícios do uso da submetralhadora apreendida em homicídios na capital e que um exame pericial será solicitado na arma. 

“Existem indícios que essa submetralhadora tenha sido usada  em homicídios aqui na cidade de Teresina e vamos pedir exame pericial nessa arma de fogo para verificar”, ressalta.

Até o momento, 35 pessoas foram presas, sendo 32 por meio de mandado de prisão e três pessoas presas em flagrante. O operação Captura Integrada segue durante todo o dia. 

O delegado geral da Polícia Civil, Luccy Keiko, esclareceu que as equipes já vinham realizando prisões nos últimos dez dias, nas regiões em que os índices de criminalidade estavam altos. 

“Há cerca de 10 dias nós iniciamos aqui a operação Captura Integrada, nos reunimos com o comandante geral, Coronel Scheiwann e decidimos focar nos mandados por crimes de roubo e trágico de drogas, principalmente nas zonas onde a criminalidade estava mais acentuada, então nós começamos a cumprir mandados diariamente, na data de hoje nós deflagramos a operação, mas já tínhamos aproximadamente 17 a 18 pessoas presas nesse intervalo e hoje nós já conseguimos cumprir mais de uma dezena de mandados de prisão e mandados de busca e apreensão na zona Norte” acrescenta o delegado geral. 

Luccy Keiko também destacou que os índices de mortes violentas já vêm apresentando uma redução na capital e que isso é efeito dessas operações que deverão ser intensificadas nos próximos meses. 

“Teresina já está tendo uma redução da criminalidade violenta. Até os primeiros 15 dias de junho, Teresina já registrou uma queda de mortes. No final de março, Teresina estava com aproximadamente 21% de aumento de mortes em relação ao mesmo período no ano passado. Quando passou agora abril, maio e os primeiros 15 dias de junho, esse aumento de 21% já tem um decréscimo de 2% a 3%, então já foram meses bons e certamente essas ações devem ser o foco no segundo semestre”, destaca Keiko.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Matéria Original

Equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar deflagraram nesta quinta-feira (23) a Operação ‘Captura Integrada’, que tem como objetivo o cumprimento de mandados de prisão relacionados a crimes de Roubo e Trafico de Drogas.

Até às 7h30, 31 mandados de prisão já haviam sido cumpridos, além de outras duas prisões em flagrante. As equipes também realizaram a apreensão de armas de fogo e coletes à prova de bala.

O balanço parcial foi repassado pelo delegado Matheus Zanatta, gerente de Polícia Especializada, da Polícia Civil.

Os trabalhos estão concentrados em Teresina e contam com equipes de diversas unidades policiais, como a Gerência de Polícia Especializada, Delegacia de Capturas e Distritos Policiais, FEISP e Diretoria de Inteligência da PM.

A Operação Captura Integrada tem como foco o combate a crimes, principalmente contra pessoa e patrimônio, sendo parte de ações integradas idealizadas pelo Delegado Geral da Polícia Civil, Luccy Keiko, e Comandante da Polícia Militar, Coronel Scheiwann Lopes. 

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Fonte: Natanael Souza e Rebeca Lima/ Cidade Verde


Siga-nos no Instagram @pinewsoficial


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui