Foto: Reprodução

Um homem identificado como Eufrásio Carvalho de Macedo Junior, de 30 anos foi atingido com um tiro no braço dentro de um carro na noite de sexta-feira, 13 de maio, na Vila Costa Rica, na zona Sul de Teresina.

De acordo com informações da vítima para a Polícia Militar, ele seria motorista de aplicativo e estava no carro com mais outros dois homens, onde teria sido baleado durante um confronto entre os homens que estavam com ele no veículo e seus rivais. Para tentar fugir, ele acabou batendo o veículo que andava modelo Renault Kwid, de cor vermelha, em uma Hillux de cor preta.

Motorista foi identificado como Eufrásio Carvalho - Foto: Ivan Lima
Motorista foi identificado como Eufrásio Carvalho – Foto: Ivan Lima

Após o tiroteio, a dupla conseguiu empreender fuga juntamente com o motorista da Hillux, mas o suposto motorista de aplicativo ficou no local e populares o capturaram e iniciaram uma tentativa de linchamento, alegando que ele seria um assaltante que estaria atuando na região. A Polícia Militar foi acionada e impediu que o homem fosse morto pela população.

“Quando chegamos aqui no local o carro já estava batido em uma Hilux que vinha na perseguição dele, aí começou o tiroteio, deram uns quatro tiros no carro dele, mas os caras conseguiram fugir e ele o tempo todo dizendo que é Uber. Populares pegaram ele, iam linchando, iam levar para o grotão para matar ele, porque disseram que ele estava envolvido em assaltos que estavam ocorrendo com o mesmo carro aqui na região, mas chegamos no local e impedimos a ação”, informou o sargento Edivaldo ao meionorte.com.

Ainda segundo o sargento, a versão do motorista gerou desconfiança. “A história dele está meio estranha, porque ele diz que é Uber, mas sempre quando um elemento pega o carro de um Uber eles tomam de conta do veículo e ele todo tempo vinha dirigindo o carro. Sem contar que estavam ocorrendo assaltos hoje no Renascença e o carro envolvido era igual o dele”, informou o PM.

O homem foi encaminhado para atendimento médico no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). A polícia vai investigar o caso para saber se o veículo em que ele estava era o mesmo dos assaltos e se ele tinha algum envolvimento.

Fonte: Meio Norte


Siga-nos no Instagram @pinewsoficial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui