Parque solar de São João do Piauí é capaz de abastecer mais de 200 mil casas com energia elétrica

Foto: Reprodução

O município de São João do Piauí, região Sudeste, tem a maior usina de energia do estado, capaz de abastecer mais de 200 mil residências. O Parque Solar conta com 480 hectares de terra, 660 mil placas solares que formam 22 mil mesas de captação.

A cidade tem como característica a forte incidência solar, que gera emprego e renda para a população local, que trabalha na usina de energia instalada no município.

“A localização é muito preponderante. Quando nós buscamos um lugar consideramos que não poderia ser um local extremamente quente, mas também não poderia ser um local que tenha chuvas constantes. Então quando nós pontuamos que São João do Piauí seria esse lugar, foi observado a constância do sol, das nuvens e o município é muito propicio“, explicou o especialista em alta voltagem, Oséias Oliveira.

O especialista contou que a usina tem sensores que vão acompanhando o ângulo do sol. Esses sensores acompanham e mandam sinais para que as mesas de captação. Quando o sol se põe, o aparelho vira para cima como forma de proteção, porque em caso de ventania, por exemplo, o vento passa por cima ou corta por baixo, não impactando em danificar o equipamento.

Placas solares em parque na cidade de São João do Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube
Placas solares em parque na cidade de São João do Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube

O parque solar pertence a um grupo de espanhóis, mas 80% do quadro de funcionários é composto por piauienses. A usina gera emprego e esperança aos moradores da região como é o caso do técnico em segurança do trabalho Lemoel Rodrigues.

“Eu atuei na área cerca de um mês, foi bem gratificante, terminei o curso agora em 2020 e já tive a oportunidade de atuar na área graças ao parque solar aqui de São João do Piauí”, contou.

Sol gera emprego e renda em São João do Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube
Sol gera emprego e renda em São João do Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube

O diretor de escola Edson Batista destacou que a vinda das empresas para o município fez com que a a unidade escolar buscasse também acompanhar o avanço. “Então quando chega uma nova empresa, nós automaticamente vamos procurar cursos para preparar a nossa população para aquele serviço. Homens e mulheres preparados para o mercado de trabalho. Para que o jovem não precise mais sair da sua cidade para procurar oportunidade”, comentou.

História da cidade

Município de São João do Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube
Município de São João do Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube

A história de São João do Piauí iniciou com a chegada dos vendedores de gado. A região se chamava Vila Malhada do Jatobá. Em 5 de julho de 1906 foi registrada como cidade.

A cidade se formou entorno da Praça Honório Santos, considerada a maior do Piauí. O aposentado Honório Santos recebeu esse nome em homenagem ao avô, que deu nome a praça. “Ele foi um chefe político da época, que não existia prefeito, era intendente“, contou.

Praça em São João do Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube
Praça em São João do Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube

O historiador Delson Ruben explicou que São João do Piauí era a passagem dos tropeiros que vinham da Bahia e do Pernambuco levando gado para o Maranhão e o Pará. Eles paravam na cidade para o descanso da tropa e dos animais devido à condição de pasto, terra plana e água em abundância, vinda do Rio Piauí.

“Os tropeiros e os ajudantes que iam adoecendo ficavam aqui, porque não tinham condições de retornar para o estado de origem e nem de seguir a viagem. Alguns morreram e os que sobreviveram ficaram aqui e foram constituindo família. E essa é uma das origens do nosso município”, revelou.

Fonte: G1 PI

Siga-nos no Instagram @pinewsoficial
Inscreva-se em Nosso Canal

Deixe um Comentário

Loading Facebook Comments ...